Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os Centros Judiciários de Solução de Conflitos (Cejuscs) instalados na Capital e no Interior realizaram 12.514 audiências de conciliação e mediação processual, de janeiro a julho deste ano. O dado representa aumento de 49,88%, se comparado ao mesmo período de 2018, quando foram registradas 8.349.

Desse total, 2.469 audiências processuais foram realizadas em Fortaleza, que resultaram em 763 acordos entre as partes. Em seguida, vem Juazeiro do Norte, que efetivou 370 audiências, com 94 acordos. Maracanaú aparece em terceiro lugar, com a realização de 382 sessões e 180 acordos. A estatística foi divulgada pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Ceará (Nupemec/TJCE).

Das 4.823 audiências agendadas na Capital e Interior, foram efetivadas 3.558 e solucionados 2.152 casos na fase pré-processual. Isso significa que o conflito foi resolvido antes de se tornar uma ação na Justiça.

Na fase pré-processual, entre os Centros Judiciários de Solução de Conflitos que não possuem extensão, se destacam as Comarcas de: Quixeramobim, que marcou 348 audiências e efetivou 208, alcançado o total de 116 acordos; Itapipoca, que agendou 295 audiências e realizou 195, com 170 acordos; e Canindé, onde realizadas 131, com 96 acordos entre as partes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp