Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), Francisco Gladyson Pontes, liberou as obras para a construção da adutora no Lagamar do Cauípe, no município de Caucaia, que já podem ser retomadas. Ele suspendeu a liminar que impedia a continuidade do empreendimento. As atividades estavam paralisadas desde dezembro de 2017.

O projeto foi elaborado pela Secretaria de Recursos Hídricos do Estado do Ceará (SRH), após um estudo realizado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) que mostrou que, durante a quadra chuvosa, a lagoa do Cauípe sangra para o mar cerca de 20 mil litros de água por segundo. O objetivo das obras, segundo a SRH, é retirar 200 litros por segundo nesse período, ou seja, 1% da vazão que seria despejada no mar. Esse valor não interfere no volume de água, tampouco no consumo da população local.

Ainda de acordo com a SRH, a água captada da lagoa do Cauípe será utilizada exclusivamente para abastecimento humano. Serão abastecidas as comunidades de Catuana e Umarituba, em Caucaia, e a sede do município de São Gonçalo do Amarante.  A parte estrutural da obra deverá ser concluída dentro de 20 dias. A partir de então, ficará pendente a instalação do equipamento de energia elétrica.