Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Saída pelas porta dos fundos! Há poucos dias de deixar o comando administrativo do município de Juazeiro do Norte, o atual prefeito Arnon Bezerra deixa os servidores públicos da cidade preocupados com o atraso no pagamento dos salários. Quase 200 profissionais da saúde paralisaram suas atividades devido ao não pagamento do salário nos meses de outubro e novembro, e, embora suspensa, a paralisação evidencia o cenário ruim que acompanha o prefeito na reta final de sua gestão.

No Bate-Papo político desta quinta-feira (17), os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida avaliaram o final da administração de Arnon Bezerra e comentaram também a decisão da Justiça de bloquear os bens do prefeito e também de uma empresa de coleta de lixo, por improbidade administrativa, superfaturamento e fraude.

+ Acompanhe na íntegra a reportagem do correspondente Carlos Alberto sobre o atraso do pagamento do salário dos médicos de Juazeiro do Norte

“Quando a gente fala em comprometimento, em empenho e principalmente em competência de gestão parece que Juazeiro do Norte fica fora de todos esses critérios. Quando a gente fala aqui que os municípios precisam cumprir e honrar com os compromissos financeiros é básico. Pagar salário de servidores é básico. Médico ter que fazer greve pra ter direito ao seu salário, isso é sinônimo de incompetência”, diz Beto Almeida.

Beto Almeida ainda pontua o fato de Arnon Bezerra ter exercido por seis vezes o mandato de deputado federal, ser médico e eleito prefeito de Juazeiro de Norte, demonstrar ter uma cerca experiência política e, apesar disso, colocar os servidores em situação ruim com o atraso do salário, gerando desmotivação nos profissionais e até paralisações como já ocorreram em outras oportunidades.

Não bastasse enfrentar a insatisfação dos servidores, o prefeito encara também agora uma ação judicial de bloqueio do seus bens no valor de R$ 32 milhões de reais e também no confisco dos bens de seu irmão, Luiz Ivan Bezerra de Menezes, além de José Cícero de Almeida Silva Júnior e da empresa MXM Serviços e Locações Ltda, responsável pela coleta de lixo.

+ Confira na íntegra mais informações sobre a ação judicial na reportagem do correspondente Carlos Silva

“Que final administrativo triste para o prefeito de Juazeiro do Norte, para a cidade de Juazeiro do Norte, porque desde o início da atual gestão o prefeito Arnon Bezerra vive a se explicar ao Ministério Público, a Justiça Estadual, a Justiça Federal, por quais razões tantos desatinos nos processos licitatórios e porque tamanho desastre na administração de Juazeiro do Norte”, afirma o jornalista Luzenor de Oliveira.

Beto pontua que a empresa também condenada na ação judicial venceu a licitação, para assumir a responsabilidade da coleta de lixo na cidade, pelo valor de R$ 43 milhões de reais para o período de doze meses. Ele destaca, no entanto, que o valor acordado pela empresa anterior que prestava o serviço foi de R$ 11 milhões de reais, ou seja, o mesmo serviço sendo pago quatro vezes mais do que o anteriormente.

“Se Padre Cícero estivesse vivo, estaria era ajoelhado ali pedindo perdão por essas gestões tão desastrosas na cidade que ele ajudou a fundar. O mal cheiro é real, porque na realidade nós estamos falando de fraude na contratação dessa empresa MXM pra fazer a limpeza pública do município, porque houve tudo o que não deveria ter sido feito, desobediência ao mandato de segurança que foi impetrado, os processos licitatórios fraudulentos que foram constados nas ações de investigações[…]”, afirma Beto Almeida.

Por fim, Luzenor ainda pontua que outro “banho de água fria” em Arnon Bezerra foi sua destituição do cargo de presidente estadual do PTB, função que ocupava há 17 anos. Beto Almeida ressalta o fato do filho do prefeito, Pedro Bezerra ter assumido o cargo e ter justificado a decisão do partido em retirar seu pai como uma forma de oxigenação da agremiação e que isso já estava programado. “Se estava programada a maneira como foi feita pegou a todos de surpresa, inclusive o José Arnon, o filho, só não pegou de surpresa o Roberto Jefferson, o resto ai é fake news”, diz Beto.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp