Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os vetos do presidente Jair Bolsonaro a artigos do projeto de lei que regulamenta os casos de abusos cometidos por servidores públicos, militares, políticos, juízes, promotores e membros de tribunais de contas, que usarem seus cargos pra prejudicar ou beneficiar alguém, saem a qualquer momento e ganharam, nesta terça-feira (3), no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Grande Fortaleza + 26 emissoras de rádios no Interior + Redes sociais), com o comentário da advogada Priscila Brito.

De acordo com Priscila, ‘’após a sanção do presidente, essa nova lei irá substituir a Lei que trata de abuso de autoridade no Brasil, que sim, precisava de uma atualização, já que é de 1965, ou seja, ainda do período da ditadura militar’’. Há pressão, por um lado, segundo a advogada, para a lei não sofrer muitos vetos, enquanto outras pressões surgem em direção contrária.

É, nesse cenário de pressões, conforme a advogada Priscila Brito, que o presidente Bolsonaro

‘’está em uma situação difícil, pois o seu eleitor fiel quer o veto integral da lei, seu Ministro da Justiça quer apenas 10 vetos e o Congresso já sinalizou que os vetos serão encarados como afronta ao Legislativo’’.

Acompanhe a íntegra do comentário de Priscila Brito:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp