Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A exigência de habilitação na categoria D como requisito para o exercício da profissão de instrutor de trânsito deixa de valer a partir de hoje (9). A medida está prevista na Lei 13.863/19, publicada no Diário Oficial da União.

A nova norma altera a Lei 12.302/10, que regulamenta a profissão de instrutor de trânsito e hoje exige habilitação na categoria D para esses profissionais.

Com a mudança, bastará ao instrutor ter pelo menos dois anos de habilitação. Além disso, a lei deixa claro que o instrutor somente poderá dar aulas teóricas ou práticas a candidatos para a categoria igual ou inferior àquela em que esteja habilitado.

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria D permite ao motorista conduzir ônibus e vans, além dos veículos permitidos pelas categorias B (automóveis) e C (caminhões).

A proposta que deu origem à Lei 13.863/19 foi apresentada pelo então deputado federal Esperidião Amin (PP), hoje senador por Santa Catarina.

*Informações da Assessoria da Câmara dos Deputados