Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, define como avanço as ações do Banco do Banco para agilizar a renegociação de dívidas dos agricultores na Região Nordeste, especialmente, no Ceará.

De acordo com informações do BNB, mais de 52 mil produtores rurais conseguiram renegociar os débitos com base na Lei Eunício Oliveira. A lei, relatada pelo senador cearense, criou condições para os pequenos e médios agricultores que estavam ameaçados de penhora dos seus bens por causa do atraso no pagamento das dívidas entrarem em atendimento com a rede bancária. O maior volume das dívidas agrícolas é com o Banco do Nordeste. São mais de 52 mil agricultores que conseguiram renegociar as dívidas.

Eunício considera que o BNB precisa ser ainda mais ágil para renegociar as dívidas dos agricultores e proporcionar a oportunidade para esses milhares de trabalhadores do campo recuperem crédito e, quando desejarem, retomarem empréstimos para o plantio. Segundo o presidente do Senado, com as condições climáticas desfavoráveis, ficou impraticável, para os agricultores cearenses, pagarem as dívidas.

O correspondente do Jornal Alerta Geral (FM 104.3 + 22 emissoras no Interior), na Região do Vale do Jaguaribe, Carlos Silva, relata as ações do Banco do Nordeste para a realização dos acordos com os produtores agrícolas.

Carlos Silva – Renegociação dívidas agrícolas BNB