Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O líder da maioria no Senado, Eduardo Braga (MDB–AM), anunciou nesta quinta-feira (19), que a Casa votará até sexta o pedido do governo federal para declaração de calamidade pública no país, com ou sem o sistema remoto de votação.

A expectativa é que a medida seja votada de forma remota, para evitar a transmissão de coronavírus. Inédito no Parlamento brasileiro, ainda não há detalhes de como a plataforma vai funcionar na prática.

Na última quarta-feira (18), em sessão presencial, com o plenário esvaziado, os deputados, por votação simbólica, aprovaram o pedido do governo federal para declaração de estado de calamidade pública no país. O projeto será encaminhado para votação no Senado e precisa de pelo menos 41 votos para ser aprovado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp