Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Brasil apresentou uma redução de – 0,46% no número de linhas móveis ativas no mês de setembro, ante agosto, passando de 241, 062 milhões, para 239,958 milhões. Dentre os estados que apresentaram queda, o Ceará ficou em segundo lugar, com uma diminuição de 7,97%, ou seja, 824 mil linhas a menos em circulação. O Estado perde apenas para Alagoas, que, na mesma base de análise, recuou 8,06%. Os dados são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Brasil

Nos últimos doze meses, todos os estados brasileiros apresentaram redução em números absolutos na quantidade de linhas móveis. Os estados que mais perderam foram Bahia, menos 1.238.368 de linhas (-7,59%), e Rio de Janeiro, com redução de 1.211.619 (-5,33%).

Do total de linhas móveis do País, são 156,342 pré-pagas e 84,720 milhões pós-pagas. Entre agosto e setembro de 2017, as linhas móveis pré-pagas apresentaram queda de 2,140 milhões de unidades (-1,35%) e as pós-pagas crescimento de 1,036 milhões (1,24%). Em 12 meses, o pré-pago registrou diminuição de 18,112 milhões de linhas (-10,38%) e o pós-pago aumento de 8,147 milhões (10,64%).

Tecnologias

As linhas 4G apresentaram crescimento de 2,948 milhões de novas unidades (3,33%), seguidas das utilizadas em aplicações máquina-máquina (quando empresa contrata serviço de telefonia), com mais 268,525 mil novas linhas (+1,89%) em setembro quando comparado a agosto de 2017.