Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O lucro líquido do Santander Brasil cresceu 21,9% e fechou o primeiro trimestre de 2019 em R$ 3,5 bilhões. O avanço reflete o incremento das receitas com empréstimos e cobrança de tarifas. O assunto foi destaque no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), pelo economista, Carlos Alberto Alencar.

O comentarista relata, que as margem financeira do banco, a principal fonte de receitas, cresceu 5,9% em 12 meses, enquanto as arrecadações com tarifas avançaram 9,5%. O Santander é o segundo a divulgar seus resultados do primeiro trimestre —na semana passada, o Bradesco divulgou crescimento em taxa semelhante à do Santander, com lucro de R$ 6,2 bilhões.

A carteira de crédito do Santander fechou março em R$ 310 bilhões, alta de 10,8%. As concessões seguem de forma mais acelerada para pessoa física, com as linhas de crédito consignado e cartão de crédito. Nessas duas, a expansão foi de 25% entre o primeiro trimestre de 2018 e 2019.

Confira a análise completa clicando no player abaixo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp