Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A primeira pesquisa de intenção de votos para as eleições presidenciais de 2018, contratada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), revela a liderança isolada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os números apontam que, se as eleições fossem hoje, Lula teria 30,5% dos votos dos brasileiros. O senador Aécio Neves que, em 2014, chegou ao segundo turno da corrida ao Palácio do Planalto, aparece em quarto lugar, atrás da ex-senadora Marina Silva e do pré-candidato do PSC, Jair Bolsonaro. O cenário eleitoral de 2018 está bem distante, mas o retrato do momento mostra que, mesmo com todo o desgaste exposto pela Operação Lava Jato e pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula tem um patamar de votos que assusta os mais céticos e os adversários políticos. A popularidade de Lula se sustenta, principalmente, nas classes sociais mais pobres beneficiadas, ao longo de 12 anos, com os programas de transferência de renda. Os números da pesquisa da CNT deixam inquietos os adversários do ex-presidente Lula que se articulam para construir um candidato capaz de desbancar o líder do Partido dos Trabalhadores. Lula tem um voto consolidado, mas, claro, com a exploração sobre os casos de corrupção no ciclo de Governos do PT, tendem a desgastá-lo, mas, mesmo assim, o ex-presidente aparece como o mais forte candidato ao Palácio do Planalto para 2018. Confira o editorial completo no player abaixo:

Editorial 16.02

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp