Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou hoje (3), o projeto Salve Uma Mulher, que consistirá em treinar servidores e empregados públicos para dar suporte a mulheres vítimas de violência. Na primeira etapa do projeto, 476 mil pessoas receberão treinamento.

Desse total, 340 mil são agentes do Ministério da Saúde, 106 mil funcionários dos Correios, 30 mil conselheiros tutelares e 1.722 profissionais do quadro da Defensoria Pública da União. A expectativa é de que em dez meses, 2 milhões de pessoas passem pela capacitação. Além disso, os funcionários dirão contar com uma plataforma EaD (estudo a distância para compartilhar informações e os conhecimentos adquiridos.

Segundo a ministra titular da pasta, Damares Alves, o ensinamento abrange a identificação de uma situação abusiva, mas não se resume somente a isso. Ou seja, os instrutores também ensinarão a orientar a buscar ajuda das autoridades competentes para garantir sua segurança. Desse modo, os alunos terão condições de informar como se presta uma queixa contra o agressor e como a mulher agredida pode acessar serviços públicos.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp