Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida cobraram a Prefeitura de Fortaleza para aumentar o empenho e a mobilização para que a capital cearense atinja a meta de 95% de cobertura vacinal imposta pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo. Até a tarde dessa segunda, Fortaleza tinha 80% do público alvo – crianças de 1 a menos de 5 anos – vacinado.

“A Prefeitura de Fortaleza errou mesmo, falhou feio na mobilização dos pais para essa campanha de vacinação na capital”, criticou o jornalista Luzenor de Oliveira dentro do Bate Papo Político desta terça-feira, 4, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior). Luzenor lembra que o Ceará só não atingiu a meta de 95% – o Estado, atualmente, possui 92% de suas crianças imunizadas – devido o péssimo resultado da Campanha em Fortaleza que, para ele, “deixou muito a desejar”.

O jornalista Beto Almeida não ficou muito atrás de Luzenor e também fez críticas no que diz respeito a gestão da Secretaria de Saúde da capital. “O prefeito Roberto Cláudio tem que dar um puxão de orelha nos seus secretários, na sua secretária de Saúde e nos seus gestores da área”, reforçou o jornalista.

Luzenor e Beto ainda concordaram que faltou organização e comunicação à Prefeitura e lembraram que Fortaleza possui uma rede bem distribuída de postos de saúde, além de ser dividida administrativamente em seis regionais, o que não justifica o baixo índice de vacinação na capital do Estado.

Confira o que disseram os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida sobre o assunto:

FORTALEZA ABAIXO DA META DE VACINAÇÃO