Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

“Sem a participação dos governadores do Nordeste, acho quase intransponível colocar estados na reforma” – a afirmação é do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), durante entrevista à GloboNews nessa quarta-feira (18). Maia voltou a pontuar que uma possível inclusão de estado e municípios na reforma da Previdência só será aprovada no Congresso Nacional com o engajamento dos governadores do Nordeste.

Durante a entrevista Maia citou os governadores petistas Wellington Dias (PI) e Camilo Santana (CE) como defensores da reforma, mas cobrou que os chefes dos executivos estaduais se articulem para convencer os deputados de suas bancadas e assim, a possibilidade de inclusão tenha sucesso.

Há uma expectativa de que os senadores incorporem os servidores estaduais e municipais ao texto já aprovado em primeiro turno na Câmara. Provável relator da proposta no Senado, o cearense Tasso Jereissati (PSDB-CE) disse que é grande a chance de incluir estados e municípios na tramitação final do projeto.

A reforma foi aprovada em primeiro turno semana passada no plenário da Câmara com 379 votos favoráveis. Por ser uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), é necessário um novo turno de votação, o que vai ocorrer em agosto, no retorno dos parlamentares após o recesso.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp