Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que vai recorrer da decisão do juiz Eduardo Ribeiro de Oliveira, que determinou que ele “se abstenha de se candidatar para o cargo de Presidente da Câmara dos Deputados na próxima eleição da Mesa Diretora, a ocorrer em 2 de fevereiro de 2017”.

A decisão do juiz da primeira instância da Justiça Federal em Brasília foi em caráter liminar, em ação popular movida contra a União e o presidente da Câmara.

“Do nosso ponto de vista, a decisão do juiz está equivocada. É uma decisão que não cabe a um juizado de primeira instância”, ressaltou Rodrigo Maia. “Já estamos recorrendo e confiando na Justiça, esperando a anulação da decisão o mais rápido possível.”

Agência Câmara