Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Assegurar para pessoas com deficiência banheiros adaptados em eventos públicos no Estado faz parte da proposta em tramitação na Assembleia Legislativa do Ceará.

Projeto de lei nº 342/20, iniciou tramitação na Casa na última terça-feira (15/12),  assegura que pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, bem como a seu acompanhante, preferência no acesso e no uso dos banheiros químicos adaptados em eventos organizados pelo Poder Público e realizados em espaços públicos em todo o Ceará.

O deputado André Fernandes, autor do projeto, em justificativa, observa que o Brasil já possui legislação que assegura a inclusão social de pessoas com deficiência. Ele destaca que a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência) é destinada a assegurar e promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência.

“Sem dúvida, a finalidade desse projeto garante mais um dispositivo para que à pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida possa viver de forma independente e exercer seus direitos de cidadania e de participação social, conforme dispõe o artigo 53 do Estatuto da Pessoa com Deficiência”, afirma o parlamentar. Para ele, o projeto carrega um “evidente interesse público”.

De acordo com a matéria, a quantidade de banheiros químicos adaptados a serem instalados será estabelecida observados os critérios de proporcionalidade, que levem em conta a natureza do evento, especialmente, a estimativa de público, e nunca inferior a 10% do quantitativo de banheiros químicos comuns a serem disponibilizados. Garante ainda que, pelo menos uma unidade adaptada precisa estar disponível, caso a aplicação do percentual resulte em fração inferior a um.

(*) Com informações ALCE.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp