Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

No total, 150.245 agricultores familiares de 182 municípios são os beneficiados com o Projeto Hora de Plantar 2020/2021. Com um investimento de R$ 19.291.205, via Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), a iniciativa do Governo do Ceará foi lançada nesta terça-feira (8) e prevê a distribuição de 3.410 toneladas de sementes de milho híbrido e variedade, feijão caupi e sorgo forrageiro. E ainda: 5,71 milhões de raquetes de palma forrageira, 2.750 m³de maniva de mandioca, 348.734 mudas de cajueiro anão precoce, 19.364 mudas frutíferas e 83.286 mudas florestais nativas abrangendo todas as regiões do Estado.

“Esse é um projeto que temos aqui no Estado desde a década de 80 e o Ceará é o único estado brasileiro a realizar uma iniciativa de distribuição de sementes de qualidade nesse porte, para que o nosso agricultor possa ter uma produção e um ganho econômico maior”, destacou o governador Camilo Santana, durante solenidade no Palácio da Abolição transmitida pelas redes sociais.

A solenidade contou as participações do secretário do Desenvolvimento Agrário, Francisco de Assis Martins; dos prefeitos de Crateús, Marcelo Machado; e de Milagres, Lielson Landim; do secretário de Agricultura de Quixeramobim, Renan Rodrigues; e do secretário executivo de Pesca do Desenvolvimento Agrário, Antônio Nei de Sousa, que estavam nos galpões dos municípios citados de onde sairão as mudas e sementes.

O lançamento da 34ª edição marca o início da distribuição das sementes a partir dos armazéns da região do Cariri, em Milagres e Barbalha. Logo em seguida, elas passam a ser distribuídas nos armazéns de Tauá, Crateús, Iguatu e Quixeramobim e, depois, a partir dos armazéns regionais de Morada Nova e Região Metropolitana de Fortaleza. A distribuição aos agricultores em todos os 182 municípios cearenses atendidos pelo projeto acontece até fevereiro de 2021 e será realizada pelos escritórios regionais da Ematerce, conforme orientação técnica da Secretaria do Desenvolvimento Agrário.

Nos últimos cinco anos, o Hora de Plantar já realizou a entrega de 15.662,89 toneladas de sementes, 35 milhões de raquetes de palma forrageira e 22.642 m³ de maniva de mandioca. A ação distribuiu ainda 1.814.159 mudas de caju anão precoce, 646.863 mudas de essências florestais nativas e 12.685 mudas de outras frutíferas.

“Em 2020, o Estado do Ceará deve superar uma safra agrícola de mais de 800 mil toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas e o Hora de Plantar é uma política pública decisiva para que possamos compreender este resultado”, comentou o secretário Francisco de Assis Diniz.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp