Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O câncer de colo uterino é o terceiro tumor que mais atinge a população feminina no Brasil, segundo dados do INCA, ficando atrás apenas do de mama e o colorretal, além de ser a quarta causa de morte de mulheres no país por câncer. Entretanto, apesar dos altos números, uma parcela relevante da população não conhece adequadamente a doença, suas causas e como preveni-la.

Exemplo disso, é que foi constatado que mais da metade das mulheres não adere procedimentos simples de prevenção, como o a realização do exame Papanicolau (52%), segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, o “Panorama sobre Conhecimento, Hábitos e Estilo de Vida dos Brasileiros em relação ao Câncer”.

Segundo a diretora da Sociedade, Andreia Melo, o dado é alarmante, pois o Papanicolau é o principal procedimento de prevenção do câncer de colo de útero – e a incidência da doença pode ser reduzida em até 80% quando feito com a periodicidade indicada pelo médico.

Outra das principais causas do câncer de colo do útero é o HPV, Papilomavírus Humano, uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns no mundo. Entretanto, ainda de acordo com a pesquisa, 11% das mulheres do país discorda, em maior ou menor grau, que vacinas contra Hepatite B e HPV são eficazes para evitar o desenvolvimento de variedades do câncer.