Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Programa Mais Nutrição tem sido fundamental na assistência às famílias em situação de vulnerabilidade do Ceará. A ação completa um ano de execução nesta quinta-feira (25) beneficiando 23.300 pessoas de 25 municípios com aproximadamente 400 toneladas de alimentos “in natura”, polpas e mix de preparo de alimentos. Por meio das doações, promove a segurança alimentar e nutricional de crianças e adolescentes e combate o desperdício de alimentos.

O Mais Nutrição integra o Programa Mais Infância Ceará e é realizado pelas secretarias de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Desenvolvimento Agrário (SDA) e Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa-CE) e Instituto Agropólos do Ceará. A iniciativa contemplou 78 entidades de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú, atendendo 14.586 crianças e adolescentes.

“Foi um sonho de muito tempo a realização da Fábrica do Mais Nutrição, que distribui alimentos para pessoas mais carentes e focou o olhar para os que mais necessitam, inclusive em relação à nutrição. Precisamos incentivar o consumo de frutas e verduras, ricos em vitaminas e proteínas, necessário para o desenvolvimento de nossas crianças. Fico muito feliz em acompanhar o crescimento do programa e ver o envolvimento de todos os profissionais e parceiros”, destaca a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

A Associação dos Moradores do Parque Universitário, que fica no bairro Pici, foi uma das primeiras entidades de Fortaleza beneficiadas com a ação. Para o coordenador, Tiago Dutra, esse é um projeto que precisa ser copiado. “O Mais Nutrição tem sido de extrema importância para nossa comunidade, de pessoas simples, que dependem de alimentação saudável. Agradeço o reconhecimento do Estado, que está atendendo as necessidades dos mais carentes. O projeto é um exemplo e deve ser copiado, para que todo o país tenha iniciativas como essa”, enfatiza. Cada quilo do mix de preparo de alimentos, com um ano de validade para consumo, rende 40 porções.

Enchentes

As fortes chuvas atingiram os municípios de Hidrolândia, Crateús, Quiterianópolis, Novo Oriente e Pentecoste nos meses de março e abril. A fábrica do Mais Nutrição enviou alimentos para as 5.636 vítimas das enchentes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp