Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi impedido de deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC Paulista pelos manifestantes que apoiam o petista e que estão cercando o prédio. Os militantes não querem que o ex-presidente se entregue. Lula, contudo, disse, em discurso após missa em homenagem a sua esposa, Marina Letícia, que hoje completaria 68 anos, que se entregaria à Polícia Federal para provar sua inocência.

Quando percebeu que o carro não conseguiria passar pelos manifestantes, que quebraram o portão por onde o veículo sairia, Lula retornou para dentro do Sindicato. No momento que deixou o automóvel, o ex-presidente foi bastante aplaudido. Em Curitiba, cidade onde fica a sede da Polícia Federal em que Lula vai ficar preso, duas manifestações – uma pró e outra contrária a Lula – ocorrem próximo da sede da PF.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp