Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Após 4 anos preso, o acusado de matar a mulher e a filha de oito meses, Marcelo Barberena Moraes foi solto na tarde desta sexta-feira (9) da Unidade Prisional Irmã Imelda, em Aquiraz, no Ceará. O acusado recebeu habeas corpus do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Na época do crime, ele chegou a confessar o assassinato da mulher e da filha. O crime aconteceu no município de Paracuru. Barberena chegou a recuar da confissão, alegando que não cometeu os crimes e foi coagido a assumir a culpa por policiais.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Ceará, o acusado efetuou disparos contra a mulher, que chorava debruçada no travesseiro, e contra a filha, que estava dormindo. A mãe foi atingida na cabeça, e o bebê foi baleado nas costas.

As famílias das vítimas e do acusado passavam o fim de semana na casa onde ocorreram os crimes. O casal discutia devido a dificuldades financeiras e desinteresse de Marcelo por uma proposta de emprego.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp