Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O ministro Marco Aurélio Mello acompanhou o voto do ministro Ricardo Lewandowski e decidiu apoiar a concessão de habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Em seu voto, Marco Aurélio Mello lembrou casos anteriores no Supremo Tribunal Federal que trataram de execução da pena.

“Será que não precisamos amar a nossa Constituição Federal?”, questionou. Segundo ele, a presunção de inocência foi ideia da Revolução Liberal do século 18. “Ninguém devolve ao homem a liberdade perdida.” Quem vota agora é o ministro Celso de Mello.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp