Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

“Uma medida de segurança devido a nossa clientela de maior idade”, declarou o gerente executivo do INSS em Fortaleza, Francismar Lucena, ao falar nesta segunda-feira dentro do Aleta Geral (Expresso FM 104.3 + Agora FM 107.5 + Redes Sociais e 24 emissoras no interior) sobre o adiamento da reabertura das agências da Previdências Social, que agora está previsto para ocorrer somente n o dia 14 de setembro.

Os segurados da previdência que se preparavam para ir as agências na manhã desta segunda-fera, precisão esperar um pouco mais para que tenham a possibilidade de resolver problemas concernentes a benefícios. Em contrapartida, o INSS anunciou que os atendimentos remotos permanecerão ocorrendo até o dia 11 setembro e continuará mesmo após a reabertura das agências.

Em entrevista ao Alerta Geral, o gerente executivo do INSS, Francismar Lucena, explicou a importância desse adiamento como forma de proteger os mais vulneráveis: “É uma medida de segurança que a diretoria geral achou pra essa prorrogação devido a nossa clientela ser um clientela de maior idade, isso de pessoas com idade avançada, mas também nós temos pessoas numeráveis com problema de auxílio doença que são vulneráveis a Covid”, disse.

Francismar Lucena pontuou ainda que os canais remotos estão ativos, tanto o aplicativo Meu INSS como o número 135 e que mais de 1.400 operadores estão trabalhando para suprir a demanda. Ele destaca que as perícias estão feitas por meio de agendamento e que os cearenses não precisam se preocupar com a prorrogação:

“Essas perícias elas estão sendo feitas, você faz o agendamento e o beneficio será prorrogado por 30 dias, a cada 30 dias não havendo retorno das atividades presenciais elas são prorrogadas. Reabilitação profissional da mesma forma, ela está sendo adiada”, finaliza.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp