Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A votação no Senado da medida provisória que permite redução de salários e jornada e suspensão de contratos durante a pandemia de covid-19 acontecerá na próxima terça-feira. A MP determina que o governo federal pagará complementação de salário aos trabalhadores atingidos pelas medidas. 

As regras valem para quem tem carteira assinada e para os contratos de aprendizagem e de jornada parcial. Apesar de ter validade até agosto, a proposta prevê que a compensação do governo só valerá por até 60 dias para os trabalhadores com contratos suspensos. Como a MP foi publicada no dia 1º de abril, esse prazo já se esgotou. 

A Câmara dos Deputados acrescentou ao texto a possibilidade de prorrogação da ajuda, mas essa regra ainda precisa da sanção presidencial para ser aplicada — o que está em vigor é apenas o texto original da MP, que não admite prorrogação.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp