Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A partir desta quarta-feira (18), as aulas em escolas e universidades públicas  estarão suspensas, de acordo com o Governo do Ceará. Em decreto publicado no Diário Oficial do Estado, foi definido estado de emergência na saúde pública por causa do coronavírus.

A medida foi tomada após a confirmação de três casos da Covid-19 no Ceará. O Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus se reuniu pela primeira vez nesta segunda-feira (16), no Palácio da Abolição, e o governador Camilo Santana (PT) anunciou ainda a suspensão de qualquer evento com mais de 100 pessoas.

A aulas nas instituições públicas serão suspensas por 15 dias, contados a partir de quarta-feira. O governador ainda recomendou que instituições privadas tomem a mesma medida. Além disso, outras medidas anunciadas por Camilo foram a suspensão das férias de todos os servidores públicos de saúde do estado; a obrigatoriedade de higienização dos transportes públicos na capital e interestaduais; o envio de ofício para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Anvisa solicitando suspensão de voos internacionais para o Ceará.

Veja as medidas recomendadas

  • Decretando estado de emergência para o Ceará
  • Suspender qualquer evento público acima de 100 pessoas
    Suspensas atividades em escolas e universidades públicas próximos 15 dias
  • Recomenda suspensão das aulas na iniciativa privada
  • Suspendendo visita nas unidades prisionais no Estado
  • Suspendendo férias de todos os servidores de saúde do Estado
  • Obrigatoriedade da higienização dos meios de transporte público (ao menos 1x ao dia)
  • Secretaria de Saúde do Estado vai publicar todo dia às 17h o número de casos suspeitos e confirmados
  • Servidores acima de 60 anos trabalharem de casa

Casos no Ceará

Até o momento, o estado tem nove casos confirmados do novo coronavírus. Ao todo, foram 178 notificações, das quais 99 foram descartados e 71 estão em investigação. Os casos confirmados da doença são em um Aquiraz e oito em Fortaleza.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp