Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O mercado de trabalho formal do Ceará perdeu 122 vagas em junho deste ano, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Ao todo, foram realizadas 29.410 admissões contra 29.532 desligamentos durante o mês de junho em todo estado. Com o resultado de junho, o mercado de trabalho no Ceará acumula a perda de quase sete mil vagas nos últimos seis meses.

A perda foi influenciada principalmente pela baixa no saldo de vagas da indústria. O setor registrou 5.002 contratações em junho de 2019, mas demitiu 6.017 trabalhadores, o que significa a perda de 1.015 postos de trabalho formal. O comércio também foi um dos setores que sofreram: foram 332 vagas a menos.

Por outro lado, o setor de serviços registrou o maior saldo de vagas de trabalho formal em junho. Foram 12.858 contratações contra 12.290 desligamentos, saldo positivo de 568 postos. Os setores da construção civil e da agropecuária também registraram resultados positivos no saldo de vagas.

Já nos últimos 12 meses, a geração de postos ainda é positiva: foram 380.565 contratações contra 374.634 desligamentos, resultando em um saldo de 5.931 postos de trabalho.