Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O programa Minha Casa, Minha Vida abriu novas seleções para contratação de moradias. Responsável por 80% do crescimento do setor da construção civil em todo o país, o programa do Governo Federal vai atender mais de 60 mil famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil. No Ceará contratadas 1.462 casas em cinco municípios.

A lista de propostas habilitadas para contratação foi publicada nesta quarta-feira (26) no Diário Oficial da União (DOU). Para o ministro Alexandre Baldy, as novas moradias representam mais investimentos e geração de empregos no país. “Essas ações corroboram nossa meta de priorizar os investimentos em habitações para atender mais famílias carentes, gerando qualidade de vida, emprego e renda para a população”, declarou.

No total, foram selecionadas 61.649 mil novas unidades habitacionais, sendo 34.108 mil para atender famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil integrantes de grupos associativos e residentes em áreas urbanas, e 27.541 mil destinadas às famílias com renda anual bruta de até R$ 17 mil, residentes em áreas rurais.

Os proponentes deverão apresentar toda a documentação necessária à análise das operações às instituições financeiras em até 30 dias. As contratações das propostas selecionadas ocorrem em até 60 dias.

No Ceará, serão beneficiados os municípios de Canindé, com o residencial Jardins de São Francisco, Módulo I, com 300 unidades habitacionais; Fortaleza, com o residencial Santa Rosa, com 300 unidades e residencial Vila Nova I, com 312 unidades; Iguatu, com o residencial Iguatu de Um Novo Tempo III, 300 unidades; Lavras da Mangabeira com os residenciais Milton Lopes de Oliveira I, com 100 unidades e Milton Lopes de Oliveira II, também com 100 unidades e Umiri, com o Residencial Padre Cícero, com 50 unidades.

Com informações do Ministério das Cidades