Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A ministra da Saúde da Austrália, Sussan Ley, renunciou, nesta sexta-feira, após um escândalo sobre suas despesas de viagens, em um movimento que pode levar à primeira remodelação do gabinete do primeiro-ministro Malcolm Turnbull, desde que seu governo foi reeleito há seis meses.

Ley tem sido investigada desde a semana passada sob acusações de que ela fez os contribuintes pagarem por viagens pessoais nos últimos anos, incluindo para a cidade turística Gold Coast onde ela comprou um apartamento de luxo em 2015.

Turnbull, que anunciou a renúncia de, não comentou os resultados da investigação. Mas ele disse que o governo formaria um órgão independente para monitorar todas as futuras despesas de membros do Parlamento.

Turnbull não remodelou imediatamente seu gabinete, dizendo que ele faria o anúncio das mudanças ministeriais na próxima semana. O secretário do gabinete, Arthur Sinodinos, que tem substituído Ley desde o início da investigação, vai continuar a agir como ministro da Saúde por enquanto, segundo Turnbull. Fonte: Associated Press.

Fonte: Estadão Conteúdo