Os totais mensais de chuvas variaram de normal a acima da normalidade em quase todo o estado, com exceção da faixa centro-norte, onde ocorreram precipitações abaixo da média no mês de março. No mesmo período aconteceram chuvas acima da média no Nordeste, com acumulados superiores a 100mm em relação à média em grande parte dos estados nordestinos. Como resultado das precipitações, os 12 estados acompanhados pelo Monitor de Secas tiveram redução da gravidade e/ou das áreas com seca.

No Ceará, segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos, dos 155 açudes monitorados, 35 estão sangrando, 43 com volume acima de 90% e 57 com menos de 30%.

No Estado do Ceará, os totais mensais de chuvas variaram de normal a acima da normalidade em quase todo o estado, com exceção da faixa centro-norte, onde ocorreram precipitações abaixo da média. Esta condição com predomínio de anomalias positivas de chuva, somado à melhora nos indicadores de curto e longo prazo, contribuíram para a redução da severidade da seca, que agora apresenta apenas condição de seca fraca, com impactos de longo prazo. Além de ter deixado de registrar áreas com seca moderada, o Ceará teve uma redução na área com o fenômeno.