Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Chega ao 7º dia, nesta segunda-feria (24), o motim de policiais militares no Ceará. Em meio à paralisação, o clima de violência no estado aumenta e gera preocupação na população das cidades do interior e Grande Fortaleza. Até o momento, pelo menos três batalhões de Fortaleza e da região metropolitana seguem ocupados por grupos de amotinados.

Entre sexta-feira (21) e domingo (23), 230 policiais foram afastados das funções por envolvimento no motim, com a instauração de Processos Administrativos Disciplinares (PADs) pela Controladoria Geral de Disciplina (CGD).

Ao todo, 37 policiais considerados desertores foram presos no domingo por faltarem a uma chamada para trabalhar na segurança em festas de carnaval no interior do Ceará.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp