Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os motoristas sofrem todos os dias no trecho da Avenida Raul Barbosa com Avenida Murilo Borges (sentido aldeota sertão).

O transito é lento, o grande número de veículos causa engarrafamentos, e os motoristas impacientes são obrigados a fazer manobras arriscadas. Quem escapa do engarrafamento são os motociclistas que conseguem transitar pelos veículos e até sobre as calçadas.

O horário de pico costuma ser das 18h30min as 19h30min, onde os próprios motoristas reclamam da falta de um agente de trânsito no local para amenizar o fluxo de veículos.

O viaduto construído nos cruzamentos da  Avenida Raul Barbosa com a Avenida Borges de Melo era para resolver o problema do engarrafamento, mas o sofrimento dos motoristas ainda continua e virou rotina.

Um funcionário da empresa de cosméticos, Rafael Gomes, disse que “no meio do tumulto do trânsito o engarrafamento é constante e permanente” e o mesmo ainda afirma que o medo de assaltos é grande, por isso chega a sair do carro e fechar os vidros para esperar o trânsito fluir normalmente.