Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Membros do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) participaram de audiência pública no município de Sobral, na tarde dessa segunda-feira (06/11), para discutir a venda e o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol do Ceará. Os debates aconteceram no auditório da Faculdade Luciano Feijão, com participação dos estudantes universitários e comunidade em geral. O tema é objeto do Projeto de Lei n° 237/2015, de autoria do deputado estadual Gony Arruda.

A expectativa do MPCE, por meio de articulações do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (NUDTOR), é levar o debate também para Juazeiro do Norte, na região do Cariri. “Estamos levando essas discussões para Interior do Estado, no caso Sobral e Juazeiro do Norte, pelo fato desses municípios sediarem estádios de futebol – Junco e Romeirão, respectivamente”, destacou o promotor de Justiça Francisco Xavier, coordenador do NUDTOR. De acordo com ele, como guardião da lei, o MPCE defende a proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios, seguindo o que determina o Estatuto do Torcedor (artigo 13-A).

Além dos promotores de Justiça Francisco Xavier e André Tabosa, titular da Promotoria de Justiça da Comarca de Sobral, participaram da audiência pública o advogado Roberto Lasserre, conselheiro estadual de Políticas sobre Drogas, o tenente-coronel Francisco Assis, comandante do Batalhão da Polícia Militar em Sobral, o coordenador de Esportes de Sobral Rafael Moreira, representando o secretário de Esportes de Sobral, o vereador Joaquim Feijão, representando o presidente da Câmara Municipal, o major Francisco Erlânio Matoso, secretário de Segurança e Cidadania de Sobral, o perito legista Bruno Aragão, e o deputado estadual Gony Arruda.

Com Informações do Ministério Público do Estado do Ceará