Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) prestigiou evento de agradecimento e homenagem às famílias doadoras de córneas no Ceará, realizado por Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e Banco de Olhos do Ceará. A solenidade aconteceu na tarde de quarta-feira (26/09), na sede da Pefoce em Juazeiro do Norte. Estiveram presentes a promotora de Justiça Alessandra Magda Ribeiro Monteiro, membros da equipe da Pefoce de Juazeiro do Norte e famílias doadoras de córneas.

Para a representante do MPCE Alessandra Magda, a iniciativa da Pefoce é “louvável” e participar do evento foi uma “lição de vida”. “Foi um momento lindo, de muita emoção. É um trabalho que deve ser divulgado entre os colegas a fim de mostrar que o trabalho da Pefoce não fica adstrito à perícia forense, exerce também esse brilhante papel social de mediador de transplante de córneas”, declarou. A programação incluiu abertura ecumênica, depoimentos de familiares e apresentação da Banda Municipal de Juazeiro do Norte.

A supervisora administrativa do Núcleo de Perícia Forense da Região Sul em Juazeiro do Norte, Germana Brito, explica que a fila de espera para doação de córnea no Ceará foi zerada em virtude de um trabalho pioneiro no Brasil, iniciado na Pefoce Fortaleza. Em 28 de agosto, foram completadas 2.500 doações e a primeira doação foi feita em 30 de janeiro de 2016. “Como nossa fila está zerada, já estamos doando para os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais”, afirma a supervisora.

O Ministério Público exerce o controle externo sobre a Pefoce, por meio de um trabalho trimestral com visitas imediatas e acompanhamento da regularidade do serviço, atualmente sob atribuições da promotora de Justiça Juliana Silveira Mota Sena.

 

 

 

Com informação do MPCE