Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A advogada e especialista em Direito Eleitoral, Priscila Brito, voltou, nesta sexta-feira (7), a falar sobre a presença das mulheres na política e resgatou uma recente decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que foi claro, ao responder um questionamento do PT, que os recursos do fundo partidário não podem ser utilizados para cobrir despesas com multas eleitorais de candidaturas femininas.

“Portanto partidos, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará deixou muito claro, não é possível utilizar o dinheiro do fundo partidário, que é destinado  para os gastos de programas de incentivo a participação feminina na política, com multas eleitorais de mulheres candidatas”, afirmou Priscila Brito.

Acompanhe o comentário de Priscila Brito, transmitido, nesta sexta-feira (7), no Jornal Alerta Geral, que é gerado pela Rádio FM 104.3, com transmissão pela FM 107.5 – Grande Fortaleza, mais 26 emissoras no Interior e pelas redes sociais do cearaagora.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp