Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Ontem (01), os trabalhadores de todo o país aproveitaram o feriado do Dia do Trabalhador da maneira que consideraram adequada. Enquanto alguns foram às ruas em manifestação contra a Reforma da Previdência, outros prefereriam ficar em casa ou ter um momento de lazer com a família.

Em contrapartida, os servidores do município de Aracati não tiveram nada para comemoram muito menos tempo para se manifestar, pois foram surpreendidos logo no começo do dia com um presente desagradável. O prefeito da cidade Bismarck Maia anunciou três decretos que tiram direitos dos servidores.

Os decretos são: 030 – suspende o pagamento dos adicionais noturnos, de insalubridades e periculosidade; 031 – suspende  a gratificação por aumento da produção fixa ou variável na saúde e 032 – suspende os pagamentos adicionais por tempo de serviço quinquênio.

A Prefeitura de Aracati, que no Carnaval deste ano gastou um valor preciso de 3,7 mihões com as atrações artísiticas, agora teve de suprimir direitos trabalhistas, o que tornou as suspensões ainda mais desagradáveis.

Nesta sexta-feira (03), ocorrerá uma reunião com todos os servidores no Sine de Aracati para um diáologo sobre os novos decretos implementados.

Confira a matéria completa na reportagem do correspondente Aurélio Santos diretamente de Aracati, clicando no player logo abaixo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp