Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prêmio Nobel da Paz foi concedido nesta sexta-feira (5) ao médico congolês Denis Mukwege e à ativista Nadia Murad por seus esforços para combater o uso da violência sexual como arma de guerra.

No anúncio do prêmio, o comitê do Nobel disse que o ginecologista congolês tem sido “o símbolo principal e mais unificador tanto nacional quanto internacionalmente da luta para pôr o fim ao uso de violência sexual em guerras e conflitos armados”.

Nadia Murad, membra de uma minoria religiosa no Iraque, foi capturada pelo Estado Islâmico em 2014 e estuprada repetidamente. De acordo com o comitê, ela demonstrou “coragem incalculável ao recontar seu próprio sofrimento”.

O prêmio neste ano é de R$ 3,9 milhões de reais. No ano passado, a Campanha Internacional para Abolir as Armas Nucleares foi a vencedora do Nobel da Paz. A premiação será no dia 10 de dezembro, em Oslo, na Noruega.

Com informações Agencia do Rádio