Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As manchas de petróleo cru voltaram a aparecer em Canoa Quebrada, na cidade de Aracati, uma das praias cearenses mais visitadas por turistas locais e nacionais. A poluição já havia atingido a praia em 24 de outubro e foi limpa em uma força-tarefa envolvendo voluntários, servidores municipais e do estado.

Além disso, o material oleoso também atingiu pela primeira vez, a praia de Icaraí de Amontada, na região Norte do Ceará, nessa terça-feira (05). Moradores do local informaram que uma equipe da Polícia Militar esteve na praia para coletar o material. No mesmo dia, as primeiras manchas surgiram no Cumbuco, em Caucaia, e novas quantidades surgiram novamente em Majorlândia, nesta quarta (06). Os quatro locais são conhecidos pontos turísticos do litoral cearense.

A mancha afeta mais de 200 localidades de todos os estados do Nordeste brasileiro. No mais recente boletim do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), divulgado na terça-feira, 22 localidades no Ceará foram afetadas pelo material, desde o início de setembro. No mesmo período, 44 tartarugas foram encontradas mortas nas praias cearenses, 11 delas com vestígios de óleo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp