Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governador Camilo Santana , junto do Secretário Estadual de Saúde (Sesa), Marcos Gadelha, anunciaram , nesta sexta-feira (14) novas medidas que passarão a vigorar no novo decreto estadual.

Durante a transmissão ao vivo, o Governador informou que o aumento de casos atinge, também, profissionais da saúde, o que acaba sobrecarregando ainda mais o sistema de saúde. Apesar da grande velocidade de transmissão, segundo o titular da saúde, o número de internações em leitos e uti ainda não está intenso como na segunda onda da doença, em 2021. Contudo, o governo continua abrindo leitos para suprir novas procuras por internações. O governador reforçou que, mesmo com aumento de casos, o quadro ainda é muito diferente na segunda onda enfrentada no ano passado.

Em Fortaleza, a cada 100 pessoas que fazem exame para detecção de Covid-19, 45 dela tem testado positivo.

Entre as novas medidas estabelecidas pelo Comitê Intergestores Bipartite (CIB;CE) está a recomendação de que as escolas , com alunos de até 11 anos e que estão planejando o início das aulas por 15 dias.

Os estádios de futebol terão o público reduzido , até o dia 5 de fevereiro, para 30%.

Além disso, agora é obrigatório o uso de máscara n95 (ou similar) para profissionais de farmácias e supermercados, entre outros.

Camilo reforçou que a população busqe tomar a terceira dose da vacina contra a Covid-19. Segundo o gestor, só em Fortaleza, quase 300 mil pessoas estão com a terceira dose em atraso.

O governador informou que, na próxima semana, um apoio financeiro, para todos os municípios, será anunciado. A medida visa investir na saúde dos municípios.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp