Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A poucos dias para promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata sobre as mudanças nas normas para o pagamento de aposentadorias, pensões e benefícios assistenciais, o Jornal Alerta Geral, sob o comando do jornalista Luzenor de Oliveira e participação do advogado Raphael Castelo Branco, responde, neste sábado, a partir das 7 horas da manhã, a dezenas de ouvintes e internautas com dúvidas na área previdenciária.

As novas regras da previdência social estão a caminho e passam a valer a partir da próxima semana quando será promulgada, na terça-feira, em sessão do Congresso Nacional, a PEC 06. Com os novos critérios para a liberação de aposentadorias e pensões, os segurados ou pessoas que nunca contribuíram para a Previdência Social procuram informações sobre quais condições precisam apresentar na hora de bater à porta do INSS.

O Jornal Alerta Geral Especial sobre os Caminhos da Aposentadoria é gerado pela Rádio FM 104.3 – Grande Fortaleza, é transmitido por outras 35 emissoras no Interior do Estado e chega a milhões de pessoas pelas redes sociais do cearaagora. Os ouvintes e internautas podem encaminhar mensagens pelo whatssapp (085.9.8940.2385) de qualquer canto do Brasil e as respostas serão dadas, aos sábados, entre 7 e 8 horas da manhã.

Uma das dúvidas com resposta, neste sábado, é da Luzirene, da cidade de Barreira, na Região do Vale do Acarape, no Ceará, que quer saber como fazer para um parente, com 65 anos de idade e tempo para pedir a aposentadoria, agilizar o benefício. A Luzirene receberá, também, outra resposta: como fazer para comprovar o tempo de contribuição após o parente ter tido a carteira de trabalho extraviada.

A nossa ouvinte/internauta Regina, agente de saúde, da cidade de Baturité, está angustiada com a informação de que, como viúva, a mãe não pode receber a pensão pela morte do marido que era agricultor. A resposta, a ser apresentada no Jornal Alerta Geral, é útil para milhares de brasileiros que se encontram nessa mesma situação e não recebem do INSS uma explicação segura sobre esse tipo de benefício.

O Alerta Geral tem, também, respostas para a Cineide, de Icó, sobre auxílio-doença, para o Evanildo, que mora em Tianguá, que tem um irmão cadeirante, para o Zé Duca, de Chapecó, em Santa Catarina, que quer saber porque tanta demora para o INSS liberar a sua aposentadoria.

A preocupação do Zé Duca é, também, da dona Antonia Batista, do Maranhão, que, como trabalhadora rural, apresentou, em fevereiro, o pedido de aposentadoria e, até o momento, nenhuma resposta do INSS.  As explicações sobre tanta lentidão do INSS estão no Jornal Alerta Geral Especial sobre os Caminhos da Aposentadoria.

LINHA DIRETA DO ALERTA GERAL – WHATSSAPP 085.9.8940.2385

A nossa ouvinte Francisca Maria, de Maracanaú, servidora pública, terá resposta sobre uma dúvida que nos encaminhou: ela tem 60 anos de idade, é servidora pública e apresenta 19 anos de contribuição.  Outra mensagem, com questionamento bem semelhante, é do Chagas, de Pernambuco, que tem 52 anos e 32 anos de contribuição como servidor público e quer saber se, com as novas regras da reforma previdenciária, irá ser prejudicado.  O Chagas, que entra nas regras de transição e terá que pagar pedágio para se aposentar, assim como outros 80 ouvintes e internautas, receberão orientações, conselhos e explicações na área da previdência social, neste sábado, a p artir das 7 horas da manhã, pelo rádio e pela internet, no Jornal Alerta Geral Especial sobre os Caminhos da Aposentadoria.

WHATSSAPP 085.9.8940.2385

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp