Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Núcleo de Auxílio à Produtividade (NAP) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) está celebrando, nesta quarta-feira (03/06), um ano de atividades. Durante esse período, a equipe que compõe o NAP produziu 2.429 minutas de atos jurisdicionais, sendo 990 acórdãos, 1.209 decisões monocráticas e 230 despachos. O Núcleo é uma das frentes de trabalho do Programa Celeridade no âmbito do 2° Grau, coordenado pela Vice-Presidência do TJCE.

A desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira, vice-presidente do Tribunal, é responsável pelo planejamento e a supervisão das atividades do Programa. A magistrada comemora os números obtidos e ressalta que existe um compromisso de todos os que integram e acompanham a equipe de trabalho em não apenas produzir quantidade, mas, especialmente, em cuidar da qualidade das peças minutadas. Esse é “um dos elementos-chave para o êxito do programa, ao lado do bom relacionamento com as equipes residentes nos gabinetes auxiliados, que sempre se dispõem a fornecer modelos, expor o entendimento adotado pelo órgão julgador sobre as matérias trabalhadas ou tirar dúvidas dos estagiários”.

A juíza auxiliar da Vice-Presidência e coordenadora do grupo de trabalho, Joriza Magalhães, destaca que nem mesmo o regime extraordinário de home office, por conta da quarentena no enfrentamento ao coronavírus, foi “obstáculo para o entusiasmo da equipe”. Ela frisa que todos os estagiários integrantes do NAP “têm consciência da importância do seu trabalho para o serviço do Judiciário e das vantagens pessoais em participar do Núcleo, que incluem conhecimentos teóricos e práticos do processo judicial, assim como o desenvolvimento de habilidades importantes para a ulterior atuação profissional, tais como, pontualidade, trabalho em equipe, comunicação assertiva, motivação e iniciativa”.

A estagiária de pós-graduação Ana Luiza Farias dos Martins Coelho endossa essa ideia, ao revelar que “compor a equipe do NAP concretiza o desejo de aprender com servidores competentes e empenhados em atender ao jurisdicionado, de contribuir com o importante trabalho do Poder Judiciário para a sociedade e de me sentir profissionalmente preparada para o futuro através das experiências vivenciadas”.

SAIBA MAIS
A equipe do NAP é composta, atualmente, por 12 estagiários de Pós-Graduação, além dos servidores Tiago Teixeira Gondim e Gabriela Gomes, da Vice-Presidência, que orientam os estudantes e revisam as minutas preparadas antes de encaminhar aos gabinetes auxiliados. O direcionamento dos trabalhos é baseado em diagnóstico apresentado pela Secretaria de Planejamento e Gestão do TJCE e nas recomendações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ao longo de um ano de atividades, o NAP auxiliou quatro gabinetes com competência em Direito Público, quatro com competência em Direito Privado e um com competência Criminal.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp