Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em Fortaleza aumentou 81% entre 19 de outubro e 19 de novembro, de acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará. Em outubro, a capital cearense tinha 70 pacientes internados em hospitais públicos e particulares. Um mês depois, o número subiu para 127.

O número de UTIs ativas para atendimento à doença cresceu de 111 para 179, representando um aumento de 61%. Na manhã da última sexta, a ocupação nesse tipo de leito era de 70,9%. Atualmente, a rede privada responde pelo maior número UTIs ativas e pacientes internados.

Em hospitais públicos, há 60 leitos ativos e 49 estão ocupados. Ainda assim, houve aumento em comparação a outubro, quando 35 leitos davam suporte a 31 pacientes. No Hospital Leonardo Da Vinci, referência da rede estadual para atendimento à Covid-19, a disponibilidade de UTIs aumentou de 10 para 25.