Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará enviou um ofício ao Ministério da Educação, assinado nessa quinta-feira (26), solicitando a suspensão das parcelas dos próximos quatro meses do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O documento destaca o cenário econômico no Brasil com o crescente número de casos confirmados de Covid-19. Erinaldo Dantas, presidente da OAB-CE, afirma que em uma perspectiva de recessão econômica, os profissionais recém-graduados podem ser prejudicados.

“A crise que se avizinha afetará sobremaneira os rendimentos dos milhares jovens profissionais em início de carreira, em especial aqueles que possuem a obrigação do pagamento das prestações do FIES”, afirmou Dantas.

O Ceará possui 238 casos confirmados do novo coronavírus, segundo o boletim da Secretaria Estadual de Saúde do Ceará, divulgado nessa quinta-feira (26). O estado registra três óbitos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp