Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em entrevista, nesta quinta-feira, 1º, aos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, no estúdios do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), o candidato à Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil secção Ceará (OAB-CE), Edson Santana, afirmou que sua candidatura representa a única candidatura de oposição no pleito deste ano, marcado para o próximo dia 28 de novembro.

Santana criticou como a OAB vem atuando nos últimos anos e afirmou que o órgão se “apequenou” diante de tantas responsabilidades e reforçou que vai trabalhar para fazer com que a OAB-CE volte “a ser grande”. O candidato à Presidência da OAB-CE lembrou que, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pelo 12º ano consecutivo, o Ceará tem um dos piores judiciários do Brasil. Para ele, isso mostra, por meio de uma “analogia simples”, que está faltando combatividade a OAB estadual, que se distanciou da sociedade civil nos últimos anos.

Santana ressaltou que a OAB foi construída com a finalidade de garantir o exercício pleno da profissão para os advogados, mas que não vem atuando para garantir isso como deveria no Ceará. Ele também disse que o órgão, historicamente, deve cumprir o papel de salvaguardar os direitos individuais da população brasileira e de todos os cearenses.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp