Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A paralisação das obras da transposição do Rio São Francisco, no município de Jati, Região Sul do Estado, gera preocupação e ameaça deixar o Ceará sem água para o abastecimento humano caso se configurem os prognósticos de chuvas abaixo da média em 2016. A advertência é do deputado federal Danilo Forte (PSB), que, nesse último final de semana, visitou um trecho das obras do São Francisco na Região do Cariri e fez um relatório, com imagens, a ser entregue, nessa terça-feira, ao presidente da República, Michel Temer.

Danilo lamentou que, em meio a crise hídrica, grupos políticos do Ceará boicotem as ações dos Governos Federal e Estadual para a retomada das obras da transposição. Ele não nominou esses grupos, mas destacou que, em 2016, o governador Camilo Santana manifestou satisfação com a decisão do Governo Federal em transferir, pelo menos, R$ 220 milhões para as obras do Cinturão das Águas – rede de canais que está sendo construída para receber as águas do Rio São Francisco.

O deputado federal Danilo Forte, ao ser entrevistado, nesta segunda-feira, pelos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, no Jornal Alerta Geral – FM 104.3 – Grande Fortaleza + 21 emissoras no Interior, anunciou que, no mês de fevereiro, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, voltará ao Ceará para visitar o Hospital Regional de Quixeramobim, na Região do Sertão Central.

Dep. Federal Danilo Forte (Entrevista)