Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As obras do VLT que estão sendo realizadas no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, têm provocado engarrafamento nos horários de pico para os condutores que vem pela Via Expressa e tentam acessar a Avenida Pontes Vieira. As filas de carro têm exigido paciência dos motoristas que passam pelo trecho.

A situação piorou com o avanço da construção da estação do VLT da Avenida Pontes Vieira. A Rua Vicente Leite, que dava acesso à Avenida Pontes Vieira, não pode mais ser usada pelos motoristas, por causa da montagem dos trilhos por onde vai circular o VLT. O semáforo do cruzamento já foi, inclusive, desativado.

Para quem vem pela Via Expressa, só resta agora vir pela Rua Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, que também acessa a Pontes Vieira. O problema é o volume de veículos no trecho, principalmente, nos horários de pico. Na parte da manhã, a quantidade de carros na Via Expressa gera filas e engarrafamento.

As obras do VLT ainda estão em andamento. O viaduto por onde vai passar o veículo leve sobre trilhos não foi finalizado e os motoristas também reclamam da segurança no trecho.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp