Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Após os ataques a nove coletivos nesta quinta-feira, o
Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), decidiu reduzir o numero de ônibus em circulação em Fortaleza. Muitos cidadãos tiveram que se socorrer com amigos ou pedir uber para chegar aos seus destinos.

A série de ataques criminosos atingiu também, viaduto, órgão público, agência bancária e equipamentos de segurança na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Por meio de nota, o Sindiônibus disse que nove ônibus e uma topique foram alvos de ataque. Por volta das 15 horas destas quarta-feira poucos ônibus estavam em circulação. Os motoristas afirmavam que a maioria dos coletivos estava sendo recolhidas para as garagens das empresas. Havia ainda informações de que os terminais também parariam

O Sindicato definiu um plano de contingência, para que a Polícia possa oferecer segurança aos coletivos. As linhas que operam em uma mesma região foram reduzidas e as conduções optaram por transitar em avenidas principais e encurtaram rotas para facilitar a escolta das viaturas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp