Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A paralisação anunciada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Ceará (Sintro) não afetou, na manhã desta terça-feira, a circulação da frota de ônibus na Capital. Das empresas que compõem o sistema, apenas uma – a Fretcar, registrou adesão dos motoristas à greve. As demais empresas estão com 100% dos veículos circulando, de acordo com dados do Sindiônibus.


Houve manifestação na Avenida Tristão Gonçalves, com trecho da via interditada nas proximidades da sede do Sintro e, também, no Terminal do Siqueira, que ficou fechado por 30 minutos. O policiamento foi reforçado na Capital para permitir que os motoristas trabalhem com segurança e os passageiros possam sair para os seus compromissos. Helicópteros da Cipaer acompanham o movimento nos terminais de ônibus e reforça a segurança para motoristas e para a população.

AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT), 7ª Região, realiza, nesta terça-feira (08), às 11 horas, audiência de conciliação para intermediar um acordo entre representantes das empresas e dos motoristas.


Os trabalhadores do setor rejeitaram os termos de negociação salarial apresentado pelas empresas que, nesse momento, enfrentam dificuldades com o longo período da pandemia que reduziu, de forma brusca, o número de passageiros. Antes da audiência de conciliação, o TRT havia determinado que, pelo menos, 70% dos ônibus fossem mantidos em circulação sob pena de multa diária, no valor de R$ 30 mil, ao Sindicato dos Trabalhadores.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp