Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Federal, em conjunto com a Segurança da CAIXA, deflagrou entre os dias 17 a 23 de dezembro a Operação Antrea, com o objetivo de investigar esquema de fraudes em benefícios sociais do Governo Federal. 
 

Apreensão


Durante a operação, sete pessoas foram presas na capital cearense e apreendidos 112 cartões magnéticos, documentos, telefones celulares, veículo e valores em dinheiro – R$ 33.404,00 – sacados dos benefícios das vítimas. 

Prisões

As prisões e apreensões ocorreram no momento em que os suspeitos realizavam os saques fraudulentos em caixas eletrônicos, muitos utilizando cartões clonados. A atuação conjunta foi realizada após as vítimas noticiarem à CAIXA saques indevidos em seus benefícios sociais, havendo vítimas no Ceará, Pará, Rio de Janeiro e outros Estados.

Os presos foram indiciados por furto qualificado mediante fraude, estelionato, retenção de cartão magnético de idoso e prática de usura e encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal. 

Investigação

A PF continua as investigações em Inquéritos Policiais, para identificar os demais participantes dos crimes flagrados. 

Operação Antrea

O nome da operação remete à cidade onde se registra o primeiro uso de rede de pesca na história, com referência às técnicas policiais para capturar movimentações bancárias fraudulentas e aplicar a lei penal aos fraudadores.

(*)com informação da PF

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp