Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Federal deflagrou a Operação Provérbios 16:19, na manhã desta sexta-feira (24), com objetivo de aprofundar investigação que apura recebimento indevido de benefício Bolsa Família por servidores públicos do Estado do Ceará.

Cerca de 15 policiais federais estão cumprindo 3 Mandados de Busca e Apreensão, em domicílios de servidores públicos investigados em Fortaleza com a finalidade de instruir inquérito policial que apura indícios de atuação criminosa de servidores públicos com renda superior a R$ 2.000,00 e beneficiários do programa de transferência direta de renda Bolsa Família.

Investigação

As investigações tiveram início no ano de 2020 e, a partir dos dados coletados e analisados pela PF, foram levantados indícios de que servidores públicos solicitaram e receberam fraudulentamente o benefício bolsa-família, não tendo renda compatível com o programa social. O Bolsa Família só deve ser pago a unidades familiares que se encontrem em situação de pobreza ou extrema pobreza, conforme requisitos inscritos na lei.

As investigações continuam com análise do material apreendido na operação policial e do fluxo financeiro dos suspeitos, apurando-se também a participação de terceiros. Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelo crime de estelionato qualificado, e, se condenados poderão cumprir penas de até 6 anos de reclusão.

(*)com informação da PF

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp