Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo Federal vai transferir, em 2017, para o Estado do Ceará, como valores de emendas impositivas no Orçamento da União, um montante de R$ 314.714,540. A informação foi dada, nesta sexta-feira, pelo deputado federal José Airton Cirilo (PT), em entrevista ao Jornal Alerta Geral (FM 104.3 + 21 emissoras no Interior).

 Os recursos são originários de emendas de bancadas e das emendas parlamentares individuais. O Ceará tem, neste ano, no Orçamento da União, como fruto do trabalho da bancada de deputados federais e senadores, um total de R$ 476.638.735,00. O Estado tem, além desses recursos a serem destinados a grandes obras em construção pelo Governo Federal. Em 2016, a bancada apresentou 16 emendas, totalizando um R$ 3,1 bilhões.  

As emendas impositivas, segundo José Airton Cirilo, serão liberadas obrigatoriamente. ‘’O trabalho da bancada tem sido árduo, mas conseguimos um bom volume de recursos a partir das emendas de bancada e das emendas individuais’’, disse o deputado, ao destacar que, dos recursos do Orçamento de 2016, a União ainda precisa transferir uma boa fatia para o Ceará.  

O Orçamento da União contemplou o Ceará, em 2016, R$ 544.019.838,00, sendo que, desse total, foram empenhados R$ 319.333.838,00 e liberados R$ 229.245.298,00. O Cinturão das Águas – uma rede de canais para distribuição das águas entre as regiões do Interior do Ceará e Região Metropolitana de Fortaleza, recebeu R$ 150.000.000,00. O deputado federal José Airton, na entrevista ao Jornal Alerta Geral, destaca o papel da bancada na garantia de recursos para o Ceará.