Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Impacto da pandemia nos cofres dos Municípios. O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou, nesta terça-feira, que os servidores municipais não terão, em junho, a antecipação de 50% do 13º salário.

Com essa medida, a economia da Capital deixa de movimentar R$ 98 milhões, que é o valor estimado da primeira parte da gratificação natalina.

O cancelamento da primeira parcela do 13º foi anunciada durante reunião do prefeito com os vereadores. Roberto fez um balanço sobre as ações de combate ao coronavírus.

O prefeito Roberto Cláudio fez questão de dizer que, ao longo do ano, todos os servidores municipais estarão com o dinheiro do 13º salário no bolso. A medida anunciada pelo prefeito Roberto Cláudio não deixa de gerar uma frustração, mas, ao mesmo tempo os servidores recebem a garantia de que, como aconteceu nos últimos 7 anos, não haverá atraso de salários, nem do 13º salário.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp